Ucranianas da ginástica rítmica fazem últimos treinos no Espírito Santo

0
247

O complexo esportivo localizado no coração de Vitória, em Bento Ferreira, tem novas “hóspedes” e com o sotaque mais carregado. Um dos principais oponentes do Brasil nas últimas competições, a seleção da Ucrânia de ginástica rítmica está treinando em um solo que costuma ser utilizado pelas brasileiras nessa reta final de preparação para os Jogos Olímpicos do Rio 2016.

+ Tudo sobre a Rio 2016

A equipe ucraniana desembarcou no Espírito Santo na manhã desta segunda-feira e fica no Estado até o dia 16. Elas treinam visando o pódio na Olimpíada Rio 2016. No ano passado, as atletas usaram a mesma estrutura por alguns dias durante o V Meeting Brasil de Ginástica. Na capital capixaba, os nomes de peso do time ucraniano estão trabalhando no Centro de Treinamento Jayme Navarro de Carvalho, que também já recebeu as ginastas do Brasil.

– Já conhecíamos o local. A estrutura é boa. Percebi que o ginásio também foi melhorado e recebeu reformas. Isso nos deixa felizes, pois mostra que os brasileiros valorizam a modalidade – disse a técnica Irina Deriugina.

Medalha de prata no individual geral (2013) e duas vezes bronze (2014 e 2016) no Mundial, a ginasta Ganna Rizatdinova é uma das que estão na cidade. Com bom humor, ela posou para fotos ao lado de alguns admiradores. Entretanto, quando o assunto é sobre suas chances de conseguir uma medalha olímpica ela deixa o sorriso de lado e fala sério. Nada de brincadeiras.

– Essa Olimpíada é muito importante para o time e para mim. Treinei bastante durante os últimos anos para chegar e não quero desperdiçar essa chance de conquistar uma medalha. É a hora de mostrar aquilo que aprendi – afirmou Ganna.

Ganna Rizatdinova, ginasta da Ucrânia (Foto: Paulo Sena/Sesport)Ganna Rizatdinova, ginasta da Ucrânia (Foto: Paulo Sena/Sesport)

Além da treinadora Irina Deriugina e da atleta que compete no individual, Ganna Rizatdinova, as ginastas que estão no ES são Yevgeniya Gomon (dona de quatro medalhas em Mundiais), Valeriia Gudym (duas medalhas em Mundiais), Oleksandra Gridasova (duas medalhas em Mundiais) e Anastasiya Voznyak.

Seleção da Ucrânia de ginástica rítmica (Foto: Paulo Sena/Sesport)Seleção da Ucrânia de ginástica rítmica (Foto: Paulo Sena/Sesport)

Completando o quinteto, Olena Dmytrash, de 24 anos, conquistou a prata na prova de fitas no Europeu (2015) e ficou com o bronze no arco. Para os torcedores, a presença das ucranianas não deixa de ser uma forma de observar uma provável adversária da seleção brasileira de conjunto, que conta com as capixabas Emanuelle Lima e Francielly Machado.

Mas, segundo Olena, determinados movimentos são segredo, que serão revelados apenas durante a competição no Rio.

– Alguns dos nossos movimentos não podem ser vistos. É para manter o máximo de suspense – brincou a ginasta.

Para ler mais notícias do esporte capixaba, acesse www.globoesporte.com/es. Siga também o GloboEsporte.com Espírito Santo no Twitter e por RSS.

Fonte G1

SEM COMENTÁRIOS